Musicoterapia

Música no Coração, já ouviu falar? 

É dessa metáfora que estamos referir-nos. 

Muitas pessoas disseram que música faz bem ao corpo e à alma e isso está hoje cientificamente confirmado. 

Para além do mais, os benefícios da música para o indivíduo vão muito além daquilo que sabemos. 

Conheça as nossas vantagens e venha ter connosco. Todo o seu corpo vai adorar e a alma agradece: para crianças, idosos e todas as pessoas com necessidades especiais em termos cognitivos ou mentais. 

A Musicoterapia é a utilização da música e/ou dos seus elementos constituintes como o ritmo, a melodia e a harmonia, por um musicoterapeuta qualificado ou por um músico em conjunto com um Psicólogo ou Psicoterapeuta com um cliente ou grupo. 

Trata-se de processo destinado a facilitar e promover a comunicação, o relacionamento, a aprendizagem, a mobilização, a expressão, a organização e outros objectivos terapêuticos relevantes, a fim de atender às necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas. 

 

A musicoterapia procura desenvolver e/ou restaurar funções do indivíduo, independentemente da sua idade, para que encontre uma melhor qualidade de vida, através de prevenção, reabilitação ou tratamento da sua patologia. 

 A terapia através da música, ou do canto, procura que o indivíduo - criança, adulto ou sénior - trabalhe o seu corpo físico, desenvolva as componente cognitivas e emocionais e trabalhe as vertentes emocional e social.

Não importa que não saiba tocar, cantar, manipular um instrumento. Não vamos ensinar a tocar e a cantar, vamos usar a voz e os instrumentos consigo, e trabalhar a música na perspectiva das suas emoções. 

Terapias com canto e música aliviam tensões físicas e emocionais e contribuem com o tratamento de diversas doenças, tais como o autismo, Alzheimer, depressão, ansiedade, fobias, perturbações do sono, entre outras. 

Conheça alguns dos benefícios:

  • promove o bem estar geral, alivia o stress e a ansiedade
  • alivia a dor física
  • auxilia à expressão de sentimentos
  • melhora a memória e outra funções cognitivas, como o raciocínio 
  • desenvolve a comunicação
  • promove a reabilitação física e o desenvolvimento motor
  • desenvolve a socialização.