Ética em Saúde e Aplicação das Técnicas Terapêuticas

As Terapias Humana Mente têm por base, apenas, metodologias científicas. 


Humanismo no Sistema de Cuidados de Saúde 


Estamos tão habituados a ver a dor como um fenómeno sensorial que facilmente ignoramos este facto: as lesões físicas fazem mais do que produzir dor. Na verdade, as doenças que provocam lesão corporal rompem com o sistema de regulação homeostática do cérebro, produzindo assim mais stress e, por isso, mais dor.

A meditação mindfulness, o relaxamento mental, a psicoterapia, a hipnoterapia, a musicoterapia, são processos de trabalhar a consciência, usados de forma simples, controlada e cientificamente estudada.

A Humana Mente usa estes processos para controlo da dor e do sofrimento físico e/ou mental.

Qualquer uma das Terapias trabalha a consciência e, com isso, activam os pulsos espontaneamente emitidos pela complexa malha neuronal no tronco cerebral, no sistema límbico, no tálamo e no córtex. Nas perspectivas neurofisiológica e psicológica, o foco da Humana Mente está na pessoa que precisa de ajuda. 

Trabalham-se os componentes emocionais da dor e do sofrimento, os acontecimentos subliminares da percepção, as respostas motoras reflexivas. 

O resultado será a obtenção de uma serenidade, auto-controlo e presença de "si", o que conduzirá, inevitavelmente, a um útil estado de tranquilidade. 



A Psicoterapia Existencial e Humanista


"Quando mantenho o meu olhar focado nos factores existenciais da vida não distingo uma fronteira clara entre os meus pacientes, os afligidos, e eu próprio (...). 

Os métodos tradicionais do papel a desempenhar por cada um, e os diagnósticos baseados na categorização, impedem, em lugar de facilitar, a terapia.Porque acredito que o antídoto de muita angústia é apenas conectividade íntima, é que eu tento viver a hora com o meu paciente sem erguer barreiras artificiais e desnecessárias. (...) No meu trabalho com pacientes esforço-me, acima de tudo, por conseguir criar entre nós uma ligação. 

Para atingir esse fim ajo sempre de boa-fé: sem uniformes ou vestimentas, sem desfile de diplomas, credenciais profissionais ou prémios; sem qualquer pretensão de sabedoria que não possuo; sem negar que os dilemas existenciais também me afectam; responder a perguntas sem me esconder atrás do meu papel e, por último, sem ocultar a minha própria vulnerabilidade e humanidade (...)".

(Irvin Yalom Psiquiatra, Psicoterapeuta e Professor de Psiquiatria na Universidade de Standford) in: "De Olhos Fixos no Sol".



Meditação Mindfulness


O tempo não é um rótulo para o Universo. Ele é, aliás, uma ilusão que reconhecemos logo que começamos a meditar. Por isso, o stress dilui-se, a tranquilidade invade a nossa vida por todas as frestas, por todas as pregas do seu cérebro.

Desmistificando a meditação...

- meditar requer uma aprendizagem teórica extremamente simples... 

- na Humana Mente poderá meditar em grupo ou em sessões individuais

- para meditar, não precisa sentar-se no chão, em posição de flor-de-lótus. Pode usar uma cadeira ou qualquer assento onde fique com as costas direitas

- se adormecer enquanto medita, não faz mal

meditar não é "não pensar em nada"

pode usar-se música de fundo mas o silêncio é a melhor música que a sua mente aprecia

- pode meditar deitado(a) no chão

- a meditação não implica qualquer treino mental prévio

não haverá o momento "ah ah!" mas, com a prática, sentirá a tranquilidade expandir-se, o tempo ampliar-se, a calma invadir todas as áreas da sua vida

- a meditação nas empresas não é uma moda; está provado que os colaboradores vêm a sua produtividade aumentada, com menos stress, quando praticam meditação com regularidade

nas escolas, a meditação é usada para diminuir a agressividade, a frustração e aumentar a concentração

- o melhor de tudo, é que pode meditar em qualquer lugar, em qualquer momento, desde que se encontre em situação de tranquilidade e não sofra interrupções

algumas pessoas meditam 3 minutos e às vezes meditam 20 minutos e outras vezes, 1 hora ou 2 horas. O tempo de meditação é decidido por si

Na Humana Mente, a meditação é conduzida por pessoas treinadas e com formação académica.



Hipnoterapia Clínica



Muito se tem escrito e estudado sobre a mente, o cérebro, o pensamento, o comportamento humano e as manifestações das emoções. E muito tem sido útil para nos tornarmos pessoas mais adaptadas ao mundo em que vivemos. 

Contudo, o mundo continua a transformar-se a todos os níveis e os desafios não cessam de surgir. 

Por isso, na Humana Mente aderimos às mais modernas técnicas e metodologias do século XXI: modelos humanistas que trabalham o sistema holístico do doente, com especial relevo na família e na reinserção social. 

As Terapias Humana Mente estão orientadas para o tratamento, em sistema de ambulatório e em domicílio, e para a assistência Psicológica e Psicoterapêutica

O resultado positivo  consegue-se através do empenho da multidisciplinariedade que visa a qualidade de vida dos Clientes nas suas diversas dimensões: psicológica, familiar, social e espiritual. 

O objectivo final, mais do que a cura em si, é a promoção de uma vida nova no seio nos enquadramentos das suas circunstâncias dos Clientes, tendo em conta as características de cada patologia, a sua fase evolutiva e o contexto de vida de cada pessoa e família. 



A meditação, uma prática ancestral com origem Oriental, foi trazida nos anos 70 e 80 para o Ocidente. Desde então, tem vindo a crescer em popularidade. Apesar de haver muitos mal entendidos na utilização da meditação, nós levamos tão a sério esta questão que nos formamos em universidade e estudamos para transformar a nossa prática um percurso emocional e mental saudável e renovador. De acordo com os actuais conhecimentos científicos, meditar é elevar o estado de consciência, focando a atenção no presente e aprofundando a nossa capacidade de nos vermos ligados ao outro e ao dinamismo permanente da vida.

Todos nós sabemos por experiência pessoal que a mente humana nunca interrompe a sua actividade desenfreada. É discursiva, dualista e sempre a precisar de um ponto de referência externo para funcionar. Através dessa actividade constante nós agimos, planeamos, manipulamos, somos por vezes pessimistas e validamos a nossa vida através de experiências fragmentadas com as quais nunca nos sentimos serenos.

Esse é o desafio: serenar, acalmar o pensamento e concentrar a atenção.

Parece simples, não? Será simples certamente mas não fácil de conseguir. Por isso, na Humana Mente, meditamos e apoiamos quem pretende iniciar a sua actividade nesta área da meditação.

Comece hoje a mudar a sua vida. Só depende de si.



A Humana Mente utiliza a Hipnoterapia no seguimento de casos clínicos e através da aplicação de exercícios que provocam uma serenidade profunda e um estado modificado de consciência.

Quando uma pessoa tem uma ideia ou imagem focalizada é extraordinariamente sensível a essa ideia ou imagem. Ao serenar, a pessoa desfoca, relaxa.

Nesse estado de relaxamento profundo, podemos ajudar a a dominar os seus estados de consciência. A pessoa passa a agir por si só nas suas próprias funções corporais e respostas psicológicas face às situações que se tornam aflitivas em situação de vigília.

Milhares de estudos clínicos demonstram evidência de que a hipnoterapia pode usada numa variedade problemas, ajudam a melhorar a função imunológica, aumentam o relaxamento, diminuir o stress e aliviam a dor e os sentimentos de ansiedade em situações variadas (ver abaixo).

No fundo, o que fazemos na hipnoterapia é ensinar habilidade de auto-regulação. Por exemplo, alguém que sofre de fibromialgia aprende a baixar o "volume" da dor, como se baixasse o volume da sua própria voz ou da televisão.

Uma outra pessoa com receio súbito de conduzir, aprende a compreender esse medo que considera pouco lógico mas não consegue ultrapassar. Ou uma outra pessoa com bulimia, aprende a alimentar-se de forma saudável.

Trata-se de aumentar o auto-controlo sobre a sua vida, os seus pensamentos e a sensação de pertença a um mundo mais seguro.

Esse mundo?... Na verdade, esse mundo está dentro de si.



Alguns benefícios da hipnoterapia clínica:


- alívio e controlo da dor física e crónica, como fibromialgia, artrite reumatóide, cefaleias (enxaquecas), dores-fantasma pós-amputação de membros e dores crónicas musculo-esqueléticas,

- controlo e alívio da dor emocional,

- superação de medos e fobias,

- tratamento das perturbações de ansiedade e pânico,

- melhoria da capacidade de concentração,

- tratamento de adições (ex. tabaco, álcool, jogo, entre outras),
tratamento da obesidade e controlo das perturbações alimentares,

- tratamento das perturbações do sono,

- superação de traumas,

- tratamento de perturbação obsessiva compulsiva,

- tratamento de perturbações do foro sexual.